Ativo intangível: O que é e qual sua importância na sua empresa

O ativo intangível é um elemento importante para a sua empresa alcançar uma boa rentabilidade e ter mais possibilidades na hora de investir em ativos como capital intelectual e softwares.

Isso porque, devido o avanço exponencial da tecnologia, o mercado vem passando por diversas transformações econômicas, e acompanhar essa expansão é um fator essencial para competir e se adequar as novas demandas empresariais.

Além disso, é uma maneira de diversificar o seu patrimônio com segurança, agregando valor ao seu negócio.

Quer entender mais sobre o tema, descobrir quais são os ativos intangíveis da sua empresa, a sua importância e as vantagens? Continue a leitura!

 

O que é um ativo intangível?

Um ativo intangível é um bem não monetário que não pode ser representado por dinheiro ou por direitos a serem recebidos por meio de um valor determinado, ou fixo. Ele é definido pelo Comitê de Pronunciamentos Contáveis (CPC) n° 04. Alguns exemplos incluem:

  • Capital intelectual;
  • Direitos autorais;
  • Franquias;
  • Fundo de comércio adquirido;
  • Licenças, marcas e patentes;
  • Projetos e protótipos;
  • Desenvolvimento de tecnologia;
  • Receitas;
  • Softwares.

Na prática, um ativo Intangível pode ser entendido por qualquer bem de uma empresa que não é de natureza física, ou seja, não pode ser tocado.

 

Qual a importância do ativo intangível para uma empresa?

Os ativos intangíveis de uma empresa são importantes para garantir o seu sucesso a longo prazo.

Isso porque o capital intelectual, além de outras ferramentas, pode aprimorar e oferecer mais resultados para o negócio.

Além disso, é uma forma de se prevenir contra a completa desvalorização do patrimônio, uma vez que os ativos tangíveis tendem a se depreciar com o tempo.

 

Como identificar um ativo intangível?

Para entender sobre como funciona um ativo intangível e saber como identificá-los é preciso conhecer suas regras principais. Confira mais detalhes abaixo:

1. Ser controlável

Uma das características mais importantes para que você consiga identificar um bem não monetário é saber se ele é controlável.

Em outras palavras, é um ativo é de uso exclusivo da empresa, e não pode ser utilizado por outras pessoas sem a devida autorização.

Nesse caso, o controle é feito por um trâmite de concessão por vias legais ou outros meios, caso não existam recursos legais disponíveis.

2. Ser identificável

O ativo identificável é aquele que pode ser identificado a fim de ser licenciado, vendido ou alugado como um bem a parte da empresa, ou disponibilizado a partir de qualquer ação comercial.

Nesse sentido, a disponibilidade ocorre por meio de direitos contratuais e legais, além de separá-lo da entidade da instituição.

3. Oferecer benefícios econômicos

O ativo intangível se iguala a qualquer outro bem de uma empresa, e, por isso, é essencial que ele proporcione algum tipo de benefício econômico.

Isso significa que pode trazer vantagens econômicas para o negócio, além do ativo intangível auxiliar na redução de custos operacionais.

 

Como mensurar um ativo intangível?

Para conseguir mensurar um ativo intangível no seu negócio é preciso considerar todos os seus custos. Veja a seguir todos os fatores que devem ser considerados para mensuram um ativo de forma eficiente:

1. Custo dos ativos

Nos custos dos ativos, deve ser identificado qualquer tipo de valor atribuível na preparação do bem, e o preço de compra acrescido de impostos após a dedução dos descontos comerciais e abatimentos.

Além disso, é necessário determinar se o ativo foi adquirido separadamente ou através de uma combinação de negócios:

  • Aquisição separada: mede o valor dos seus benefícios projetados, tem critérios de objetividade, os fins do registro contábil ou custo de aquisição.
  • Aquisição em combinação de negócios: avaliado por meio das expectativas de mercado na data de aquisição com relação à probabilidade dos benefícios econômicos a favor do negócio.

Esse é o primeiro passo para conseguir mensurar corretamente esses itens.

2. Mão de obra

Em um ativo intangível, é preciso considerar todo o tempo gasto em mão de obra durante o funcionamento de uma tarefa. Por esse motivo, vale a pena identificar:

  • As tarefas realizadas diariamente para o desenvolvimento do trabalho e no uso das ferramentas como, por exemplo, de softwares;
  • Quanto tempo foi gasto no desenvolvimento, planejamento e na correção de possíveis erros de um ativo.

Além disso, é importante computar o tempo previsto e efetivamente gasto nessas atividades.

3. Terceirização

Ao contratar serviços na sua empresa, é preciso somar todos os gastos com contratação de terceiros para colocar em prática um ativo inatingível.

Assim, tenha atenção em separar os valores pagos na implementação de ferramentas e nos valores da sua manutenção. No entanto, com essa terceirização, fica mais simples mensurar os ativos do jeito certo.

4. Participação dos sócios

Se, na sua empresa, os sócios participarem na elaboração de um ativo intangível e receberem remuneração, ela deve ser considerada um custo por meio do pró-labore, pago nas despesas mensais.

Por isso, para identificar os custos de propriedades intelectuais de uma instituição, é fundamental considerar todos os gastos, para, assim, calcular o receita do seu negócio de forma correta e eficiente.

 

Quais as diferenças entre os ativos intangíveis e tangíveis?

A principal diferença entre os ativos tangíveis intangíveis são a existência física.

Um ativo tangível consiste em algo palpável, e por ser algo mensurável, tem mais facilidade de liquidar e vender no mercado.

Entretanto, ele pode ser depreciado e ter o seu valor reduzido com o passar do tempo devido à redução da sua utilidade.

Já um ativo inatingível, como mencionado, não pode ser tocado, e, por isso, muitas vezes pode ser mais custoso identificá-lo e, consequentemente, mais difícil de vendê-los.

Ainda, eles podem ser amortizados, o que significa que o seu valor pode ser reduzido na sua aquisição.

Afinal, toda empresa possui ativos intangíveis?

Considerando que um ativo intangível é uma propriedade intelectual do negócio, podemos afirmar que toda empresa possui bens que não são de natureza física.

Pois, devido à constante expansão tecnológica, é necessário investir em ferramentas para ajudar a instituição a acompanhar as demandas do setor empresarial, e essas plataformas se encontram nessa categoria.

Por isso, apesar de ser difícil de mensurar o que são os ativos intangíveis, é fundamental entender esse conceito e os seus benefícios, que podem ajudar na criação de receitas ou na redução de gastos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.